2016 chegou ao fim. O que esperar do marketing digital em 2017?

Muita gente está na expectativa para que 2016 termine logo. Há inclusive aqueles que temem que 2016 “never ends”. Contudo, sob um olhar um pouco menos mágico, é válido considerarmos a ideia de que, a passagem do ano em si, não muda a realidade onde estamos inseridos. Além do efeito psicológico, da renovação e da poesia presentes na virada do calendário, vale lembrar que no dia 01 de janeiro, se tudo der certo, estaremos todos lá novamente. Tal e qual nesses últimos dias do ano que há de acabar.

never-ends

Naturalmente, reconheço que 2016 foi um ano bastante difícil para nós e nem é preciso de retrospectiva para relembrarmos as perdas e danos que sofremos, mas cada um reage a situação à sua maneira: Há aqueles em que predominam os sentimentos negativos; ou a completa inércia fruto da perplexidade; Ainda há quem se torne refém do ódio e da intolerância, enfim, sempre existe aquele que perpetua e propaga o mal (de forma proposital e consciente ou não). Pessoalmente, escolhi acreditar que estamos enfrentando um ciclo intenso e severo de transição. Um tempo marcado por rupturas, onde estamos sendo sacudidos e instigados a reconhecer essa condição. Preferi embarcar nessa viagem rumo ao destino do progresso moral e intelectual.

Como bem descreveu Gustavo Tanaka, existe algo grandioso acontecendo no mundo. Estamos convidados a assumir um papel de agente de transformação na criação de novos modelos e cabe a cada um escolher o seu destino: Ser parte realizadora nessa construção do novo; ou ficar preso lamentando o passado.

Eu escolhi me programar mentalmente para realizar, ser protagonista dessa construção e aceitar as boas coisas que estão reservadas para 2017, sem perder a graça e a disposição diante dos obstáculos que farão parte da jornada. Gosto de citar uma situação onde protagonista era o presidente do Walmart na crise dos EUA em 2008. Em uma coletiva de imprensa, ele afirmou “eu e meu conselho diretor nos reunimos e decidimos não entrar na crise”. Mais recentemente descobri que outras lideranças, como da Polishop e da Ambev, utilizaram a mesma frase agora, em 2016.

O mundo é cíclico, tudo passa, tanto a bonança quanto a crise. Então, que sejamos capazes de aprender a desfrutar as situações boas; transformar as ruins e nos transformar quando a situação não puder ser mudada. É isso, O Cara do Marketing também resolveu não entrar na crise.

buscando-oportunidades

2016: novas abordagens no Marketing Digital

Mesmo com esse cenário sombrio eu resolvi me aventurar por novos caminhos do Marketing Digital. Logo no começo do ano me tornei parceiro da Resultados Digitais e iniciei minha trajetória como consultor de Inbound Marketing. 

O blog O Cara do Marketing surgiu para que eu possa compartilhar com as pessoas a minha experiência adquirida como designer e profissional de marketing digital e assim contribuir para o desenvolvimento dos micro e pequenos empreendedores, além das startups.

palestra-marketing-digitalInspirado pelos meus novos conhecimentos em Inbound, passei a investir na produção de conteúdo. Resultado: Crescimento de 75% na minha audiência como fruto da distribuição de valor a partir do conhecimento.

A ideia central do blog é realmente ajudar as pessoas a entenderem mais sobre marketing digital e aplicarem os conceitos na prática. É auxiliar o pequeno empresário não apenas planejar, mas sim partir para a execução. E mostrar que não é preciso um orçamento astronômico para atingir resultados efetivos em um prazo acessível. O marketing digital é um serviço eficiente e acessível para todos.

feira-do-empreededorNeste ano também tive oportunidade de escalar o compartilhamento das minhas vivências através da participação ativa em palestras, incluindo a Feira do Empreendedor realizada pelo Sebrae, quando impactei centenas de pessoas e fiz novas conexões que renderam bons frutos na melhor forma ganha-ganha.

rd-summit-2016Cada evento que participei ao longo desse ano foi particularmente valioso.  Mas, certamente, o maior de todos foi o RD Summit, carinhosamente apelidado de Disneylândia do Marketing Digital. Público diversificado e de primeira, palestras realmente diferenciadas, profissionais experientes – todos motivados em absorver aprendizado e reconhecer tendências. Foi uma troca de experiência surpreendente e muito networking. Defina o RD Summit em uma palavra: inspirador. Sem falar o quão sensacional foi conhecer o ecossistema empreendedor de Floripa; Passar alguns dias dentro da RD para entender como funciona a metodologia da empresa e alguns pontos chave do planejamento para 2017. Saí de lá com a certeza de que estou no caminho certo e com os melhores parceiros de caminhada.

rd-summit-20161

Campus São Paulo: um novo capítulo na história

campus-sao-paulo-o-cara-do-marketing
Falando em parceria, creio que começar a trabalhar dentro do Campus São Paulo do Google foi um divisor de águas para o ano. Passei a frequentar o coworking em Junho, algumas semanas após sua inauguração e, logo nos primeiros dias, notei seu potencial de sucesso. Minha intuição estava certa: dos seis Campus instalados ao redor do mundo, o de São Paulo é o segundo com o maior número de inscrições. Minha experiência no primeiro mês rendeu o post O que aprendi em um mês de Campus São Paulo, que teve ótima repercussão. E adivinha qual foi a minha surpresa alguns meses depois? Fui convidado para ser um dos membros-embaixadores do Campus! Isso significa que sou um anfitrião que acolhe novos membros, replica o espírito colaborativo do ambiente e tem a honra de participar de um comitê que contribui ativamente para que o Campus seja cada dia melhor para sua comunidade. Foi um reconhecimento que me fez sentir grande felicidade.

campus-sao-paulo-coworking

Fato é: Trabalhar no Campus São Paulo do Google me abriu diversas portas em todos os sentidos. Foram contatos profissionais, troca de ideias e momentos divertidos. Não dá para mensurar o poder que uma xícara de café e duas cadeiras podem trazer para seu negócio.

E, para fechar com chave de ouro, meu exemplo de Pai empreendedor inspirou meu filho, também Marcelo Sales Filho, a enveredar-se na senda da Inovação. Já que nosso sistema de ensino ainda não empodera nossos jovens no universo empreendedor, a evangelização precisa acontecer dentro de casa, de geração para geração. Hoje meu Menino também tem o Campus como seu palco de atuação, tendo sido recentemente convidado a integrar como residente da startup Baby&Me. Uma palavra resume: Orgulho.

marcelo-filho

2017: arregaçar as mangas

Acompanhar o Marcelinho trabalhando em uma startup, no auge dos seus 18 anos, me faz refletir sobre tantas mudanças que já se consolidaram. Alcançamos um novo tempo do Acesso, da Economia Compartilhada e do open source. Vemos empresas inovadoras como o Airbnb, Uber e Netflix oferecendo novas soluções e tecnologias que estão revolucionando e democratizando as boas experiências na Vida.

Essa reflexão me conecta a outro pensamento, sobre o nível de maturidade que as empresas estão alcançando, já perceptível em 2016. Há alguns anos havia uma obsessão por métricas de vaidade e por apenas TER milhares de likes e compartilhamentos. Agora, já reconheço novos negócios nascendo na essência do SER. Priorizando a inovação social, a geração de valor distribuído, o compartilhamento de conteúdo relevante e empoderador. Para isso, fazem uso de soluções e processos de negócios mais inteligentes, eficientes e ágeis, além das estratégias de marketing que tragam mais resultados com menos recursos.

Para acompanhar essa tendência promissora em linha com meus propósitos, habilidades e valores, 2017 pretendo me dedicar mais a levar o Inbound Marketing para dentro das empresas e ajudá-las a alcançar uma performance de excelência. Finalizo esse post com um convite para que participem da minha palestra na Feira do Empreendedor 2017 (a saga continua) que acontece em meados de Fevereiro e nos dá a chance de começar o ano antes do Carnaval!

Desejo que tenha uma passagem de ano WOW e que as boas vibrações se perpetuem por 2017. Lembre-se: É bem possível que a virada do ano não mude a situação, isso porque a situação está aí como uma grande oportunidade de mudar você. Tomando emprestado uma mensagem de vinheta para final de ano utilizada em 1991 e muito oportuna hoje: Invente, tente, faça um 2017 diferente.

Deixo minha mais profunda e sincera gratidão para meu time de parceiros e todas a pessoas que me deram apoio nesse projeto que é O Cara do MarketingValeu!

Agora me conta… como foi 2016 para você? Quais são as suas metas para o próximo ano?  Quais obstáculos você não superou em 2016 e ainda podem ser impeditivos para realização das suas tarefas em 2017? Aguardo sua mensagem nos comentários!

 

Sobre autor Veja todos os artigos Autor website

Marcelo Sales

Publicitário, designer, palestrante e especialista em mídias sociais. Atuo como Consultor em Marketing Digital, auxiliando pequenos negócios e startups a se posicionarem de forma estratégica na web.