Geração de leads: quais dados você deve coletar no primeiro contato com o lead?

Você já trabalha com a geração de leads na sua empresa? Essa é uma etapa fundamental para todas as empresas que buscam o sucesso no mundo digital, mas são poucas as organizações que conseguem lidar com isso da melhor forma possível.

Muito além de conseguir gerar leads, é preciso saber trabalhar adequadamente com os usuários que demonstram interesse na proposta da organização. É a partir disso que você consegue conduzir um potencial cliente ao momento da compra.

Parte desse objetivo começa a ser alcançado antes mesmo do momento em que o usuário informa seus dados de contato. Os dados que são solicitados são de grande importância para ditar o restante da estratégia.

Você busca otimizar o processo de geração de leads para maximizar os resultados conquistados? Então confira neste artigo quais são os dados que você deve coletar no primeiro contato com o lead.

A importância da geração de leads de forma consciente

Muitos profissionais celebram a geração de leads como uma grande vitória. É preciso ter muito cuidado nesse momento. Apesar de ser considerada uma grande vitória, gerar um lead não é o objetivo final buscado.

Depois de coletados os dados do lead, ainda é necessário ter uma boa estratégia de nutrição desse usuário até que ele esteja pronto para o momento da compra. E, mesmo depois disso, ainda podem ser colocadas em prática algumas ações para fidelização desse cliente.

A geração de leads deve acontecer de forma consciente para que você consiga trabalhar o restante da estratégia com eficiência. De nada adianta coletar os dados de um usuário se a estratégia não possui uma sequência.

Uma empresa que sabe exatamente quais dados devem ser coletados no primeiro contato com o lead e consegue trabalhar com essas informações pode aproveitar uma série de benefícios:

  • Segmentação da comunicação. É com base nos dados coletados que você consegue fazer uma segmentação da comunicação com o público – que pode ser de acordo com a sua localização geográfica, objetivos em relação à sua empresa, posição no funil de vendas, material baixado, entre vários outros critérios.
  • Informações sobre o seu público. Além de usar as informações para dar sequências às estratégias de marketing digital, você também pode usar a coleta de dados como uma forma de aprender mais sobre o seu público – compreendendo melhor seus gostos, desejos e objeções.
  • Etapa no funil de vendas. A geração de leads permite que você trabalhe com os usuários conforme a sua etapa no funil de vendas. Por isso, essa é uma das principais informações que você deve coletar.
  • Interesse na sua empresa. Quais são os aspectos que atraíram o lead para a sua empresa? Você pode explorar ao máximo essa informação para gerar um engajamento cada vez maior.
  • Análise da relevância dos leads. Imagine uma empresa que nota que grande parte dos leads gerados não são oportunidades reais de negócio. Com base nessa análise, é possível reformular a estratégia para geração de leads – otimizando os resultados desde o início das ações.

Quais dados você deve coletar no primeiro contato com o lead?

Para aproveitar os benefícios que acabamos de ver, é preciso iniciar com a coleta de informações realmente úteis para guiar as suas ações digitais. Nesse momento, existem dois erros muito comuns:

  • Coleta de informações que não são necessárias, gerando mais complexidade no preenchimento do formulário e afastando o público;
  • Coleta apenas dos dados básicos de contato, tornando muito difícil segmentar as comunicações ou descobrir mais sobre o público.

O segredo está em encontrar um equilíbrio: criar um formulário enxuto mas que consegue coletar tudo o que você precisa no momento da geração de leads. Veja quais são as informações indispensáveis nesse processo:

Dados para contato

As informações básicas que sempre devem ser coletadas são aquelas que permitem que você entre em contato com esse usuário: nome e e-mail. Além disso, em alguns casos também pode ser interessante coletar o seu telefone para contato.

Localização geográfica

Principalmente para empresas que trabalham com atendimento presencial ou realizam o envio de produtos físicos, saber a localização dos seus leads é muito importante para as comunicações futuras.

Uma empresa de e-commerce que elabora uma campanha de frete grátis apenas para os estados do Sul do Brasil pode enviar um e-mail de divulgação apenas para essa parcela dos leads, por exemplo.

Nome da empresa e cargo

Para empresas que atuam em um modelo de negócio B2B, coletar os dados sobre a empresa do lead é essencial. Nome da empresa, número de funcionários e faturamento mensal são algumas dessas informações que podem ser úteis.

Além disso, também é importante descobrir o cargo do lead para saber exatamente com quem você está falando. Afinal, existe uma grande diferença entre se comunicar com o CEO ou com um estagiário, não é?

Interesse do lead na sua empresa

Qual é o interesse do lead na sua empresa? Essa é uma informação crucial para a eficiência das comunicações futuras e pode ser solicitada de diversas maneiras diferentes. Basta variar de acordo com as características do seu negócio.

Principalmente para as organizações que trabalham com diversas personas, é preciso buscar uma forma de diferencial qual das personas está preenchendo o formulário. Dessa forma, você consegue entregar as informações que são esperadas por esse usuário.

Desafios e objeções

Conhecer melhor os desafios e objeções do usuário é uma informação importante para gerar conteúdos de relevância, certo? Por essa razão, essa é outro dado que você pode buscar no momento da geração de leads.

Uma empresa de empréstimo online poderia elaborar uma questão sobre as maiores dificuldades na gestão financeira, enquanto uma agência de marketing digital questiona sobre os principais desafios enfrentados com estratégias de marketing. Basta adaptar o questionamento ao contexto da sua empresa.

Informações do seu interesse

Uma ótima forma de aumentar a eficiência de uma estratégia de marketing digital é descobrir quais são as informações que despertam interesse do público. Para colocar isso em prática, nada melhor do que perguntar isso diretamente para o lead, não é?

Uma empresa que comercializa utensílios de cozinha pode abordar dicas para usar adequadamente os utensílios, receitas culinárias, dicas na cozinha, informações sobre nutrição, dicas de gestão para restaurantes, entre várias outras informações. Qual delas será que desperta mais interesse do lead?

Outros dados que ajudem na segmentação

Os clientes de cada empresa possuem características únicas que podem ser exploradas. Por isso, além das informações que acabamos de ver, é importante que você avalie quais outros dados você pode coletar no momento da geração de leads para facilitar a segmentação.

Explore seus leads em uma estratégia de Inbound Marketing

Depois de coletados os principais dados dos seus leads, é fundamental que a estratégia tenha segmento com ações para criar um bom relacionamento com esses usuários, certo? O Inbound Marketing é a estratégia ideal para gerar os melhores resultados na internet.

Uma boa estratégia de Inbound Marketing fica responsável pela nutrição dos usuários e consegue facilitar a sua condução dentro do funil de vendas. Mais importante do que coletar os dados corretos é a forma como você trabalha com os dados dos seus leads.

Quer tirar o máximo da sua estratégia de Inbound Marketing? Então preencha o briefing do Cara do Marketing!

As melhores ações digitais para trabalhar os leads gerados!

Você busca o máximo de informações sobre o marketing digital mas tem dificuldade para colocar as ações em prática de forma eficiente? Esse é um problema vivido por muitos empresários – que possuem diversas outras preocupações no dia a dia de trabalho.

O Programa de Mentoria do Cara do Marketing foi criado para auxiliar os empresários que passam por essa situação. Mesmo depois de aprender mais sobre a geração de leads você não consegue articular ações que produzem resultados? O auxílio de um profissional com experiência no mercado de marketing digital pode ajudá-lo.

Ficou interessado em alcançar os melhores resultados com suas ações digitais? Então faça a sua aplicação no Programa de Mentoria do Cara do Marketing!

Sobre autor Veja todos os artigos Autor website

Marcelo Sales

Publicitário, designer, palestrante e especialista em mídias sociais. Atuo como Consultor em Marketing Digital, auxiliando pequenos negócios e startups a se posicionarem de forma estratégica na web.