O que esperar do marketing digital após o coronavírus?

O mundo ainda está sofrendo com o impacto da pandemia do COVID-19 e as organizações lutam para enfrentar os desafios que estão surgindo. É inegável que teremos muitas consequências que continuarão surgindo depois de superado esse momento de crise. Mas o que esperar do marketing digital após o coronavírus?

À medida que o mercado progride, é importante adaptar as estratégias de marketing adotadas. E isso sempre foi assim. A diferença é que essa pandemia causou uma grande transformação em um breve espaço de tempo – exigindo que os profissionais de marketing fiquem mais atentos do que nunca.

Se você é um profissional da área do marketing, provavelmente está se perguntando como as coisas mudarão devido ao COVID-19. Afinal, o que esperar do marketing digital após o coronavírus? Confira neste artigo.

O marketing digital após o coronavírus

Um número cada vez maior de consumidores está entrando de cabeça no mundo digital. E as empresas brasileiras estão seguindo essa tendência para não perder boas oportunidades de vendas.

Neste contexto, podemos observar claramente como o marketing digital após o coronavírus precisará evoluir – tanto para atender os clientes quanto para reestruturar suas ações internas. E existem três pilares principais nestas mudanças: estratégias, modelos de negócios e comunicação.

1. Estratégias

Qualquer ação de marketing digital inicia com uma estratégia, não é? Portanto, o primeiro passo para compreender o marketing digital após o coronavírus é analisar a evolução das estratégias traçadas.

Quais são as mudanças esperadas?

Por conta do distanciamento social, houve mudanças claras na oferta e demanda online. Além disso, as necessidades do mercado também foram modificadas para quase todas as categorias em algum nível devido ao efeito cascata do COVID-19. Por esse motivo, os profissionais de marketing terão que olhar para si e para seus clientes e questionar:

  • Como a necessidade de sua base de clientes mudou?
  • Como seus orçamentos mudaram?
  • O seu público-alvo continua o mesmo?
  • É preciso segmentar um perfil de cliente diferente?
  • Você ainda têm os serviços certos para ajudar seus clientes?

Será fundamental olhar para o seu próprio mercado de produtos e o de seus clientes. Este será um exercício importante até o final de 2020.

Como se adaptar?

Você precisa dar uma olhada mais atenta no seu cliente e refinar sua estratégia em torno dos novos pontos problemáticos. Ou seja, será preciso modificar a maneira como os clientes são atendidos, seus serviços e preços praticados.

Ao mesmo tempo, é preciso ficar atento às tendências do mercado: transmissões ao vivo, uso de inteligência artificial, automação de ações, anúncios cada vez mais segmentados, entre várias outras. Tudo isso deve ser considerado na construção de uma estratégia de marketing digital após o coronavírus.

Além disso, você pode explorar essa atualização das estratégias como ponto de destaque para prosperar no mercado. Crie uma página em seu site abordando diretamente o COVID-19 e como você está ajudando os clientes.

2. Modelos de negócios

Não há dúvida de que a maneira como as organizações operam mudará no curto prazo devido ao coronavírus. E no segmento de marketing isso não é diferente.

Quais são as mudanças esperadas?

Com todos trabalhando remotamente, você pode esperar que funcionários e empregadores se acostumem a isso. Depois de vivenciar uma experiência bem-sucedida em home office, é esperado que muitos negócios resolvam se livrar dos custos expressivos de manter uma sede física.

Ao mesmo tempo, as empresas de marketing digital também devem entrar nesta onda. Se os clientes não querem se encontrar no escritório e a equipe quer trabalhar em casa, isso significa uma grande economia para a empresa. E a melhor parte é que esse dinheiro pode ser usado para investir mais no sucesso do cliente e no sucesso do funcionário.

Mas não ter um escritório traz outros grandes desafios: falta de cultura da empresa, falta de comunidade, colaboração e muito mais. Sem a proximidade proporcionada pelo escritório, os gestores podem ter desafios de gerenciamento e precisarão se acostumar com novas rotinas:

  • Monitoramento do trabalho executado à distância
  • Check-ins diários com a equipe
  • Definição de responsabilidades semanais para a equipe
  • Comunicação à distância – com ferramentas e bate-papo e videochamadas

Como se adaptar?

Cabe a cada profissional de marketing avaliar a importância do escritório em longo prazo e adaptar o seu modelo de negócio para atender os clientes com qualidade. Porém, isso pode demandar uma reestruturação de alguns processos internos – como as reuniões com clientes ou alinhamento de expectativas com a equipe.

Além disso, é importante dar atenção a itens não relacionados ao trabalho, mas que ajudam a manter a equipe motivada e unida – como happy hours ou bate-papo para formação de equipes.

3. Comunicação com o cliente

O marketing digital após o coronavírus deve se tornar mais digital do que nunca. E isso impacta diretamente na comunicação com o cliente.

Quais são as mudanças esperadas?

Os clientes geralmente adoram reuniões pessoais no escritório. Eles também podem ver com bons olhos encontros para um almoço, café ou happy hour.

Com uma migração para relacionamentos online, será preciso rever a forma de comunicação adotada para continuar proporcionando uma experiência satisfatória. Por outro lado, será cada vez mais fácil encantar potenciais clientes localizados distantes fisicamente.

Como se adaptar?

O segredo para uma comunicação de qualidade está no uso das ferramentas adequadas: bate-papo, softwares de colaboração e plataformas de videochamadas – que se tornam a principal forma para construir bons relacionamentos com os clientes.

A videochamada é uma experiência, portanto, isso exige um conjunto de habilidades totalmente novo. Isso inclui fatores como uma iluminação decente e um plano de fundo apresentável.

Imagine que você está fazendo uma videochamada com um possível parceiro de negócio. Ao ligar a câmera, você vê alguém de moletom, cabelo todo bagunçado, pouca iluminação e, no fundo, você vê a roupas espalhadas pelo chão.

Agora imagine a mesma ligação com alguém que tirou um tempo para vestir se arrumar, tem uma iluminação clara no rosto e o fundo é um quadro branco com o logotipo da empresa, para que ele possa escrever e fazer um brainstorming. Durante a reunião, você vê sua estratégia de marketing digital anotada a cada semana e devolvida a você. Essa é uma experiência totalmente diferente.

É momento de se adaptar para prosperar!

O COVID-19 quase parece irreal devido à magnitude do impacto que teve no mundo, mas vamos superar isso e ficar mais fortes. À medida que progredimos, é importante se adaptar – e os profissionais de marketing não são exceção.

Para continuar prosperando no mercado, é preciso pensar nas novas necessidades dos clientes, nas necessidades dos funcionários e na estratégia de comunicação. Além disso, acompanhar de perto as novas tendências é sempre necessário para oferecer serviços de valor para o cliente.

Alcançar o sucesso no mercado de marketing digital já é uma tarefa desafiadora em condições normais. E a pandemia do coronavírus apenas adicionou novos ingredientes nesta mistura.

Se você está se sentindo perdido neste ambiente de mudanças, saiba que pode contar com o auxílio de um profissional com anos de experiência neste mercado. O Programa de Mentoria do Cara do Marketing foi criado justamente para ajudá-lo a encontrar as melhores oportunidades para o seu negócio.

Você está preparado para prosperar no mundo do marketing digital após o coronavírus? Vamos construir seu caminho para o sucesso juntos? Faça sua aplicação no Programa de Mentoria do Cara do Marketing.

Sobre autor Veja todos os artigos Autor website

Marcelo Sales

Publicitário, designer, palestrante e especialista em mídias sociais. Atuo como Consultor em Marketing Digital, auxiliando pequenos negócios e startups a se posicionarem de forma estratégica na web.